Descrição do projeto

Segundo a OMS, “a incidência estimada da Síndrome de Down é entre 1 em 1.000 a 1 em 1.100 nascidos vivos em todo o mundo.  A cada ano, aproximadamente 3.000 a 5.000 crianças nascem com esse distúrbio cromossómico”. 

Pessoas com Síndrome de Down são mais propensas a desenvolver um envelhecimento patológico prematuro devido, entre outros, a razões de natureza neurobiológica. Geralmente, as pessoas com Síndrome de Down com mais de 30 anos apresentam sintomas de envelhecimento. Este envelhecimento patológico está associado a processos de demência e transtornos cognitivos e comportamentais. 

O DS-AGEING visa aumentar as competências (atitudes, habilidades, conhecimento) de pessoas com Síndrome de Down com mais de 30 anos, profissionais e familiares sobre como melhorar o envelhecimento (segundo o Modelo de Envelhecimento Ativo) através de um programa de formação inovador.

O DS-AGEING foi criado para superar: pic2

  • Falta de metodologias adaptadas para transferir conhecimento e métodos para pessoas com Síndrome de Down e profissionais de forma acessível. 

  • Falta de ferramentas adaptadas às habilidades das pessoas com Síndrome de Down, incluindo soluções de TIC, para implementar as ações recomendadas, incluindo a estimulação cognitiva.

  • Falta de uma abordagem integrada e inclusiva que leve em consideração o apoio de pessoas com Síndrome de Down (familiares e membros da comunidade).

pic3Objetivos específicos

  • Promover a prevenção e identificação dos efeitos físicos e cognitivos do envelhecimento. 

  • Transferir métodos e ferramentas adaptados para atividades físicas e estimulação cognitiva, a fim de prevenir os efeitos do envelhecimento e treinar seu uso.

  • Promover atividades independentes e inclusivas e participação da comunidade. 

  • Preparar pessoas com Síndrome de Down na ausência de apoio recebido pelos pais e tutores ao longo de suas vidas, incluindo a correta gestão dos aspectos legais e económicos derivados do envelhecimento.

  • Identificar, analisar e treinar no uso de soluções de TIC que possam suportar todo o processo de "Envelhecimento Ativo". 

O DS-AGEING será uma  formação única e inovadora, pois é baseado em: pic4

  • Adaptação e disseminação do Modelo de Envelhecimento Ativo para as pessoas com Síndrome de Down, de acordo com o aumento da esperança de vida.

  • Envolvimento direto e formação de pessoas com síndrome de Down que iniciaram o processo de envelhecimento. 

  • Combinação de Envelhecimento Ativo e Modelo de Qualidade de Vida para pessoas com deficiência.

  • Envolver profissionais e famílias como "suportes", não apenas como cuidadores. 

  • Treinar pessoas com síndrome de Down na utilização de ferramentas de TIC com potencial para Envelhecimento Ativo.

 

Um modelo de envelhecimento ativo para pessoas com Síndrome de Down deve considerar, pelo menos, os seguintes aspectos: 

  • Prevenção e desaceleração do declínio cognitivo prematuro 

  • Prevenção e desaceleração do declínio físico prematuro

  • Manter atividade permanente na infância e juventude, adaptando-os à situação do envelhecimento

  • Manter e / ou promover inclusão e vida comunitária para promover relacionamentos interpessoais e ligações com grupos relacionados.

  • Proteção legal e económica e preparação para a ausência de apoio dado pelos pais ou responsáveis ao longo da vida